Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

Serviços OnlineBalcão do InvestidorInformações ao MunícipePDM UrbanismoRecursos HumanosEditaisReabilitação Urbana

Locais de Interesse

Poço da Neve

Poço da Neve

O Poço da Neve é um símbolo do património construído na área do Parque Ecológico do Funchal. É a única construção do género, entre as várias unidades que existiam nas proximidades do Pico do Areeiro e nas serras de São Roque, que resistiu até aos nossos dias em bom estado de conservação.

A construção deste exemplar data de 1813, sendo na época a única forma de obter e conservar o gelo durante o verão e outono, armazenando a neve e o granizo que caiam pontualmente nas serras altas do Funchal, nos períodos de inverno e primavera.

O gelo tinha como principal destino os hospitais, os hotéis e o fabrico de sorvetes na área do Funchal, sendo o seu transporte feito a pé, numa caminhada que começava às primeiras horas da madrugada, utilizando maioritariamente caminhos nas serras de São Roque e Santo António. Os carregadores utilizavam sacos feitos com peles de animais, envolvidos em palha e colocados em cestos de vimes.

A utilização deste reservatório manteve-se até surgirem no Funchal os primeiros sistemas artificiais para a produção de gelo, no final da primeira metade do século passado.

Poço da Neve

Antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos
– Centro Temático da Água

Antiga Estação de Tratamento de Águas dos Tornos

Durante três décadas a água destinada a grande parte do abastecimento público da Cidade do Funchal foi tratada neste local. A água chegava à estação vinda do norte da ilha e de várias captações ao longo do trajeto da levada dos Tornos, um canal que tem origem na Ribeira do Urzal, na Boaventura. O parcial da levada entre a Fajã da Nogueira e a Estação dos Tornos tem uma extensão de 5100 metros em túnel.

A Estação de Tratamento de Águas dos Tornos está desativada desde o ano 2000, mas mantém alguns equipamentos originais e outros que foram surgindo ao longo dos anos de funcionamento. Em 2009, o edifício foi adaptado para receber visitantes, passando a ter uma componente de divulgação designada por Centro Temático da Água, que contém equipamentos e exposições alusivas à distribuição de água potável no concelho do Funchal e à divulgação do património natural do vale da ribeira de Santa Luzia.

A água que continua a chegar à estação vinda do norte da ilha é encaminhada em parte para a nova estação de tratamento no sítio da Alegria, em São Roque e outra parte, é destinada ao regadio de campos agrícolas, seguindo pelo canal dos Tornos até Santa Cruz.

A partir da estação dos Tornos é possível explorar o leito da Ribeira de Santa Luzia até uma imponente cascata situada a cerca de 1500 metros ou subir até às nascentes dos Tornos Altos, em caminho pedestre. As Babosas e o Curral dos Romeiros são outros dois locais que podem ser acedidos a partir da estação seguindo a levada dos Tornos.

A ligação entre o centro do Monte e a estação dos Tornos é possível por caminhos que atravessam áreas urbanas da Freguesia, passando pela Corujeira de Dentro e pelo caminho dos Tornos, para depois passar por alguns pontos de interesse em ambiente natural, como a cascata sobre a ponte do Pisão, a flora e fauna indígenas na zona dos tornos e no vale da Ribeira de Santa Luzia e um conjunto de infraestruturas de captação de água do século passado, onde destacam-se as galerias dos Tornos Altos.