Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

Serviços OnlineBalcão do Investidoricon consulta pub cmfPDM UrbanismoRecursos HumanosEditaisReabilitação Urbana

Helena Paula Olim Encarnação (1974-2013)

Helena Paula Olim Encarnação (1974-2013) É com profunda tristeza que anunciamos o falecimento da nossa querida Colega Helena Encarnação, Bióloga e Ilustradora Científica do Museu de História Natural do Funchal.

Faleceu ontem, dia 24 de Março de 2013, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, a Drª. Helena Paula Olim Encarnação, colaboradora do Museu de História Natural do Funchal.

Licenciada em Biologia pela Universidade da Madeira, a Drª Helena Encarnação desde cedo revelou um talento particular para a Ilustração Científica, tendo sido aluna do Dr. Pedro Salgado. Este talento não passou despercebido aos responsáveis pelo Museu de História Natural do Funchal, tendo lhe sido proporcionado um estágio profissional nesta Instituição.

Em 2001, na sequência de um concurso público no qual obteve a mais alta classificação, passou a integrar o quadro do Museu, ocupando o lugar de Ilustradora Científica. É a partir desta data que o seu talento excecional se revela na sua plenitude, tendo desenhado mais de 200 espécies de peixes da Madeira, a maioria dos quais com uma técnica mista de guache, lápis e aguarela e que integram um livro sobre os peixes da Madeira, em co-autoria com o Dr. Manuel Biscoito, cuja publicação se aguarda para este ano. Paralelamente ilustrou a tinta da China várias espécies de peixes, raras e algumas delas novas para a ciência, a última das quais consta de um trabalho científico em que é co-autora e que se encontra para publicação numa revista científica de elevado gabarito internacional.

Terminado o projeto do livro dos peixes da Madeira, iniciou outro dos crustáceos, em co-autoria com o Dr. Ricardo Araújo e que infelizmente deixa incompleto. Pelo meio ilustrou espécies de plantas, fungos, insetos e outros organismos terrestres e marinhos, que ilustram guias didáticos, folhetos, pósteres e outros materiais de divulgação da fauna e flora da nossa Região.

Dotada também de outros talentos, fotografou individualmente todos os exemplares em exposição no Museu de História Natural do Funchal, para memória futura, no âmbito da remodelação prevista para este Museu.

A personalidade ímpar da Drª. Helena Encarnação não se manifestou apenas no plano da ilustração científica, no qual podemos considerar, que atingiu o mais elevado patamar de qualidade que algum madeirense atingiu até à data e que a tornou mundialmente conhecida.

Possuía a modéstia e a humildade que só os grandes revelam e estava sempre disposta a aprender e a se aperfeiçoar. Meticulosa e extremamente rigorosa no seu trabalho, tinha um trato afável, sempre com um sorriso nos lábios e foi uma colega de trabalho muito estimada entre todos os que privaram com ela. De convicções fortes, por vezes obstinada, nunca contudo se lhe conheceu um acesso de má disposição, muito menos cólera ou malcriação perante alguma situação menos agradável. Mesmo nos últimos tempos, já doente, mantinha o mesmo trato afável e irradiante de simpatia, perante todos os que a visitaram, em casa ou no hospital.

A nossa Helena partiu deste mundo. Deixou-o fisicamente. Mas estará sempre nos nossos corações e a sua obra excecional tornou-a imortal.