Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

segunda, 18 maio 2020 18:12

CMF põe crianças a participar à distância no Dia da Criança 2020

A Câmara Municipal do Funchal, através do Departamento de Educação e Qualidade de Vida e da SociohabitaFunchal, preparou uma série de atividades à distância para assinalar o Dia da Criança este ano.

O princípio orientador é garantir que, mesmo perante todos os condicionalismos existentes, os mais novos participarão nas atividades desenvolvidas, sendo que o desafio é lançado ao longo desta semana, e envolve famílias, centros comunitários e escolas. Todas as atividades poderão ser seguidas na página de facebook “Funchal, Cidade Educadora”.

A Autarquia propõe, assim, às crianças e jovens funchalenses, que enumerem as três coisas das quais mais sentiram falta nos últimos dois meses. O envio dos trabalhos deve ser feito até à próxima sexta-feira, dia 22 de maio, para o público em geral, e até dia 25 de maio para as escolas.

Os mais jovens podem partilhar as suas listas via áudio, vídeo, foto, texto escrito ou desenho, identificando nome e idade e enviando as mensagens para educacao@cm-funchal.pt. A Autarquia irá preparar, por fim, um vídeo com os contributos de todas as crianças que participarem.

A CMF já estabeleceu contactos com as escolas do concelho, de forma a transformar este desafio numa tarefa escolar, e enviará, para o efeito, material gráfico em formato editável, de modo a facilitar a tarefa dos professores com os registos que as crianças fizerem. Os centros comunitários do Funchal também estarão empenhados nesta tarefa e desafiarão os mais novos, por sua vez, a construir um avião com uma folha de papel, no qual devem igualmente escrever ou desenhar as coisas de que mais sentiram falta ao longo dos últimos dois meses. No caso dos centros comunitários, irá decorrer posteriormente uma atividade simbólica no próprio dia 1 de junho, em que as crianças poderão oferecer os seus aviões de papel aos colaboradores camarários.

Finalmente, serão ainda colocadas “caixas de correio” identificadas para este fim no Jardim da Ajuda, como mais uma forma das crianças ali colocarem a sua resposta ao desafio lançado. Esta será também uma forma de chegar a todas as crianças que não têm acesso aos meios digitais.

Entre as atividades previstas no programa, e que poderão ser acompanhadas na página “Funchal, Cidade Educadora”, consta igualmente um quizz sobre os direitos das crianças, dicas e receitas com legumes e frutas para os mais novos e vídeos com histórias, a partir de livros a serem explorados por Andreia Baptista e Cláudia Nóbrega.