Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

terça, 26 novembro 2019 20:21

CMF garante investimento de 300 mil euros para valorizar Mercado dos Lavradores

A Câmara Municipal do Funchal assegurou financiamento para a beneficiação do Mercado dos Lavradores junto do Turismo de Portugal. O Presidente Miguel Silva Gouveia visitou esta manhã o Mercado, à margem do 79º aniversário deste espaço emblemático, e anunciou esta intervenção, que vai assegurar a beneficiação da Praça do Peixe e ainda a recuperação das redes de eletricidade e de saneamento básico do edifício, traduzindo-se numa melhoria das condições de trabalho dos comerciantes e assumindo-se como uma das obras significativas da Autarquia para o ano de 2020.

Irá nascer igualmente, no 1º andar do Mercado, um novo Posto de Turismo municipal, cuja obra começa já nas próximas semanas. No global, este é um investimento total da Câmara do Funchal orçado em 294 mil euros, que será financiada a 80% pelo Turismo de Portugal, pela respetiva Linha de Apoio à Sustentabilidade.

O Presidente enalteceu hoje “esta grande notícia em dia de aniversário, resultado de mais uma candidatura bem-sucedida a fundos nacionais, promovida pelo Executivo da Câmara Municipal do Funchal. O programa em causa do Turismo de Portugal visa promover a qualificação de destinos através da requalificação de espaços com interesse para o turismo e valorização do património e esta é uma intervenção que consideramos essencial, no sentido de preservar um espaço tão simbólico como este, com renovadas condições de trabalho e atratividade, mas respeitando sempre um princípio essencial, que é o da preservação da identidade do Mercado dos Lavradores.”

Entre outras novidades que vão marcar o próximo ano no Mercado dos Lavradores, destaca-se, ainda, “o plano de ação Mercado Sustentável, que começará a ser implementado em 2020, potenciando a Estratégia Municipal de Combate à Poluição provocada pelo Plástico, um domínio no qual a Autarquia vai empenhar-se ao máximo, no sentido de implementar medidas concretas que reduzam a utilização de plástico no Mercado.”

Finalmente, outra das garantias para 2020 é “um novo concurso para a utilização de espaços que estão, neste momento, desocupados, completando esta revitalização de presente e de futuro que se pretende para este que é um dos espaços mais icónicos do Funchal”, concluiu o Presidente.