Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram

sexta, 28 junho 2019 19:55

Miguel Silva Gouveia considerou que coligação negativa é a confirmação de clima pré-eleitoral

A Assembleia Municipal do Funchal apreciou, hoje, a Prestação de Contas Consolidadas do ano de 2018, um “elemento determinante para a compreensão da informação contabilística e financeira da Autarquia.” O documento mereceu um parecer positivo da Coligação Confiança e negativo dos partidos PSD, CDS, CDU, JPP, PTP, bem como do deputado independente, o que para o Presidente da Câmara Municipal do Funchal “reflete uma campanha pré-eleitoral que já se previa e andava a ser ameaçada há meses.”

Miguel Silva Gouveia lamentou, na ocasião, que “a Assembleia Municipal do Funchal deu, esta tarde, um parecer negativo às melhores contas do século, contas essas que encerram a dívida mais baixa desde o ano de 1999 e que vertem resultados líquidos positivos de 3.3 milhões de euros e uma redução de dívida de 25%, estando neste momento fixada nos 35 milhões de euros. Hoje, o que aqui se verificou foi uma coligação negativa com todos os partidos além da Coligação Confiança, juntando-se num voto desfavorável à apreciação das contas consolidadas do Município do Funchal.”

O Presidente destacou ainda que, “naturalmente, não podemos permitir que se invalide e menospreze o desempenho das empresas municipais e da Câmara do Funchal, um trabalho sério e rigoroso que é feito diariamente pelos colaboradores da Autarquia e das empresas municipais SocioHabita e Frente Mar Funchal, inteiramente em prol da prossecução do interesse público. Este tipo de coligação negativa vem confirmar que a pré-campanha chegou à Assembleia Municipal do Funchal, elegendo este local como palco para a Assembleia Legislativa da Madeira.”

“Na Câmara do Funchal continuaremos a governar a cidade priorizando aqueles que são os interesses dos funchalenses”, garantiu o autarca, relevando ainda a aprovação de um contrato-programa com a SocioHabita Funchal, que prevê “o investimento de 495 mil euros em rendas sociais, permitindo aos funchalenses ter acesso a habitação social abaixo do valor das rendas técnicas”. De resto, foi igualmente aprovada a atribuição de duas Medalha de Mérito Municipal de Grau Ouro ao Comité de Geminação Funchal/St. Helier, em Jersey, e à Associação de Amigos do Funchal em Leichlingen.”