Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

sexta, 05 junho 2015 14:16

Funchal quer central de compostagem a funcionar

Hoje na sessão de abertura da conferência “Desafios para a cidade na gestão dos resíduos” realizada na Sala da Assembleia Municipal e integrada na Semana do Ambiente, que assinala o Dia Mundial do Ambientem que hoje se comemora, a vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal, Idalina Perestrelo adiantou que a autarquia aguarda a posição do Governo Regional no que diz respeito à central de compostagem da Meia Serra, que se encontra desactivada.

Caso venha a suceder que a infra-estrutura não seja colocada ao serviço das autarquias, a intenção do município é avançar com o seu próprio projecto nesta área, recorrendo, se necessário for a fundos comunitários, no sentido de valorizar os resíduos orgânicos que representam cerca de 45% do lixo indiferenciado.

Idalina Perestrelo adiantou ainda que o Município do Funchal tem uma das mais elevadas taxas (27%), sendo os objectivos aumentar estes valores aos níveis impostos pela União Europeia (50% em 2020) no que toca ao material reciclável.