Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

sexta, 05 dezembro 2014 12:04

300 mil euros para apoiar recuperação de habitações

A Câmara Municipal do Funchal aprovou, ontem, o Programa de Apoio à Conservação, Reparação e Beneficiação de Habitações Degradadas de Agregados Familiares Carenciados (PRESERVA).

Com este programa, a Câmara Municipal do Funchal concretiza mais uma medida de apoio social, desta vez, na área da habitação, em que existem ainda muitas carências, contribuindo também para a recuperação urbana e melhoria da qualidade de vida das pessoas, nomeadamente de quem esteja numa situação socioeconómica debilitada.

Para o PRESERVA, a autarquia dispõe de 300 mil, que o apoio a cada família pode ir até aos cinco mil euros, consoante explicou à comunicação social, após a reunião de Câmara, o vereador Miguel Silva Gouveia, adiantando ainda que os períodos de inscrição para beneficiar desta ajuda serão em Janeiro e Julho e que vai ser criada uma comissão técnica para acompanhar o programa.

Miguel Silva Gouveia acrescentou que o PRESERVA vai ao encontro de uma recomendação do Tribunal de Contas para disciplinar a atribuição deste tipo de apoios.

Na reunião de ontem da vereação da Câmara Municipal foi igualmente tomada a decisão de decidido colocar em apreciação pública a proposta de regulamento municipal de atribuição de habitação social.

Com este regulamento, a CMF quer clarificar as atribuições de habitação social. Refira-se que este ano a autarquia, através da empresa municipal SocioHabita, entregou já 12 habitações, estando ainda, até final do ano, prevista a entrega de mais seis.