Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

sexta, 11 abril 2014 11:55

Funchal estuda alternativas para os parquímetros

A Câmara Municipal do Funchal não pretende prorrogar o contrato com a empresa SEP para a concessão da exploração dos parquímetros instalados no Funchal, conforme explicou o presidente da autarquia, Paulo Cafôfo, explicando que está decisão, ontem, tratada na reunião semanal de vereação «é a mais acertada». Relembre-se que a concessão, com 15 anos, termina a 05 de Agosto deste ano.

Neste sentido, a autarquia encontra-se a «equacionar outras alternativas», nomeadamente a exploração directa pelo município dos parquímetros ou a abertura de um novo concurso público para encontrar outra empresa interessada ou, ainda, a delegação desta competência na empresa municipal 'FrenteMar'. Esta decisão está dependente das questões jurídicas e económicas, estando, neste caso, a serem avaliados factores importantes tais como dinamização do comércio ou o tarifário a aplicar, incluindo redução de preços.

Na reunião de vereação foi aprovada a tabela de taxas a cobrar pelas visitas guiadas ao edifício dos Paços do Concelho, designadamente, Salão Nobre, Sala Amarela e Torre e também ao Teatro Municipal Baltazar Dias sendo os valores 3,5 euros para grupos de público em geral e 2,5 euros para grupos de crianças e idosos. Os roteiros das visitas estão concluídos e prevê-se que tenham início em Maio. Os grupos serão constituídos, no máximo, por 20 pessoas.