Facebook Youtube Twitter Google + Vimeo Instagram      Município do Funchal

quarta, 05 março 2014 17:12

Educação precisa de um novo projecto humanista

Hoje, na sessão de abertura do “11th Madeira APPI Seminar”, organizado, na Escola Secundária Jaime Moniz, pela Associação Portuguesa dos Professores de Inglês, o presidente da Câmara do Funchal, Paulo Cafôfo, salientou a importância que tem, para a Madeira, enquanto região turística, o ensino do inglês, agradecendo aos professores o trabalho que têm feito, diariamente, nas escolas, em nome da educação e do ensino,

«formando e contribuindo para a cidadania e igualdade de oportunidades».

A situação da educação e da classe docente, no país, foi motivo de análise, com Paulo Cafôfo a afirmar que presentemente os professores se encontram sob o «fogo cruzado dos governos, dos fazedores de opinião, e de muita da população intoxicada por campanhas continuadas de difamação. O debate sobre a escola acontece mas nem sempre ocorre da melhor forma. É um debate agendado pelos supostos “intelectuais e especialistas” dos jornais e das televisões, criando aquilo a que se pode chamar de “pensamento precipitado”, mas que condiciona a forma como a sociedade em geral vê a educação».

Para o presidente da Câmara Municipal do Funchal, está na hora de se ter «um novo projecto humanista para a escola que consiga aliar a sua função de qualificar para o mundo do trabalho, cidadãos ética e moralmente responsáveis e proactivos. Nesta escola, o papel do professor terá de ser o de um intelectual com grande liberdade para seleccionar conteúdos e que não se limite a uma organização curricular “fechada”, impensável numa sociedade onde a informação está disponível por muitos meios e de diversas formas».